Paulo Mendes Pinto

0

Paulo Mendes Pinto é o Coordenador da área de Ciência das Religiões na Un. Lusófona, onde é o responsável pelo projecto REC-XXI – Religiões, Educação e Cidadania.
É Embaixador do Parlamento Mundial das Religiões e fundador da European Academy for Religions.
Dedica parte dos seus trabalhos a questões relacionadas com a relação entre o Estado e as religiões, com enfoque na cidadania. Foi o coordenador científico do projecto «Religiões: História – Textos – Tradições», sediado na Un. de Missão para o Diálogo com as Religiões, da Presidência do Conselho de Ministros, em 2006. Coordenou, em 2017, o projecto «Roteiro do Diálogo Inter-religioso», apoiado pela Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade. Coordenou a primeira fase da participação portuguesa no projecto «EUREL – Données sociologiques et juridiques sur la religion en Europe», da Un. Robert Schuman e do CNRS.
No campo das relações com o Islão, dirigiu o Instituto Al-Muhaidib de Estudos Islâmicos (2014 – 2016), tendo sido co-fundador do Clube de Filosofia Al-Mu’tamid, criado entre a Un. Lusófona e a Comunidade Islâmica de Lisboa (2014). Lançou o projecto «Base de Dados de Património Islâmico em Portugal», hoje com quase 1000 registos. Com a Fundação islâmica de Palmela, criou a «Formação Avançada para Lideranças Islâmicas».
No campo dos Estudos Sefarditas é, desde Abril de 2018, membro da comissão executiva da Rede de Judiarias de Portugal. Foi o comissário da exposição «Heranças e vivencias judaicas em Portugal», na Torre do Tombo (Março e Abril de 2017). Foi o responsável pelo projecto de catalogação dos manuscritos portugueses da Biblioteca Ets-Haim da Sinagoga Portuguesa de Amesterdão, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (2013-14). Coordenou o projecto FCT «Dicionário Histórico dos Sefarditas Portugueses».
Foi um dos coordenadores dos volumes Evangelhos – Comentados (2005, 2006 e 2007), que reuniu mais de 150 altas individualidades nacionais e lusófonas em torno de comentários a trechos do Novo Testamento, reunindo colaboradores de quase todos os horizontes religiosos presentes e Portugal.
Colaborador regular do jornal Público e membro da «Bolsa de Especialistas» da Visão, é autor ou coordenador de cerca de três dezenas de livros no campo do estudo do Fenómeno Religioso, bem como de mais de uma centena de artigos em revistas especializadas.

Voltar às Biografias
Partilhar