Marcelo Moutinho

0

Marcelo Moutinho nasceu no Rio de Janeiro, em 1972. É escritor e jornalista. Com a obra Ferrugem (Record), conquistou em 2017 o prestigioso Prêmio Clarice Lispector, concedido pela Biblioteca Nacional ao melhor livro de contos do ano.
“O assunto de Ferrugem é a paisagem humana, os grandes dramas corriqueiros, a vida que passa. Desfilam pelas histórias personagens ímpares, ainda que aparentemente ordinárias: a moça soropositiva, caixa de supermercado, que reencontra o antigo namorado; a cobradora de ônibus que dá conselhos amorosos a um passageiro; o cantor de boate que imita Roberto Carlos; o professor de contabilidade que se aventura numa sauna masculina”, descreve Alberto Mussa na orelha do livro, definido pelo acadêmico Antonio Torres como “uma suíte carioca para o homem comum”.
Moutinho é autor, também, de Na dobra do dia (indicado ao Prêmio Oceanos, Rocco, 2015), A palavra ausente (indicado ao Prêmio Portugal Telecom, Rocco, 2011), Somos todos iguais nesta noite (Rocco, 2006), Memória dos barcos (7Letras, 2001) e do infantil A menina que perdeu as cores (Pallas, 2013).
Organizou várias antologias, entre elas Conversas de botequim – 20 contos inspirados em canções de Noel Rosa (com Henrique Rodrigues, Mórula, 2017), O meu lugar (com Luiz Antonio Simas, Mórula, 2015), Dicionário
Amoroso da Língua Portuguesa (com Jorge Reis-Sá, Casa da Palavra, 2009), Contos sobre tela (Pinakotheke, 2005) e Prosas cariocas – Uma nova cartografia do Rio (com Flávio Izhaki, Casa da Palavra, 2004). Foi responsável, ainda, pela idealização e coordenação da seleta de ensaios Canções do Rio – A cidade em letra e música (Casa da Palavra, 2010) e do livro Bravo! Especial Literatura e Futebol (Abril, 2010).
Seus contos foram publicados na França, na Inglaterra, na Alemanha e na Argentina, em seletas como Je suis encore favela (Anacaona, 2018), The Book of Rio: a City in Short Stories (Comma Press, 2014), Je suis toujours
favela (Anacaona, 2014), Der Schwarze Sohn Gottes: 16 Fussballgeschichten aus Brasilien (Assoziation A, 2013) e Dez cariocas (Ferreyra Editor, 2009).

A Printemps Littéraire Brésilien (França, Bélgica e Portugal), a Feira de Frankfurt, a Festa Literária Internacional de Parati (FLIP), as bienais do Livro do Rio de Janeiro e de São Paulo, a Festa Literária do Pelourinho (Flipelô) e a Festa Literária das Periferias (FLUP) foram alguns dos eventos dos quais participou nos últimos anos.
Apaixonado pelo esporte e praticante fiel, Moutinho integrou o elenco do extinto Pindorama Futebol e Literatura, a seleção brasileira de escritores.

Voltar às Biografias
Partilhar