Manuela Ribeiro

0

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de estudos portugueses e franceses, na Faculdade de Letras do Porto. Trabalhou como jornalista na SOPETE Rádio Mar, e como correspondente do jornal Público.
É coordenadora, desde a sua génese, do projeto Correntes d’ Escritas, Encontro de Escritores de Expressão Ibérica, cuja 20ª edição será celebrada em 2019, e da revista Correntes D’Escritas.
É autora das obras, O Cego do Maio e o Mar, Opera Omnia (2017), O Toiro Azul, Tcharan (2015), “Era uma Vez uma Pedra” (in A Inocência das Facas, Tcharan, 2015), Rosa e os Feitiços do Mar, Trinta por uma Linha (2010), Catitinha, Campo das Letras (2006) e Cego do Maio Anjo da Salvação, Meios d’ Arte (2005).
Recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura em fevereiro de 2017.
Agraciada com o título de Cavaleiro de Gutenberg em 2018 pela Cavaleiros de Gutenberg – Associação Lusófona.

Voltar às Biografias
Partilhar