O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu nesta terça-feira em Lisboa. Professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, várias vezes galardoado e distinguido, Eduardo Lourenço foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa.

Tendo sido figura assídua no FOLIO, relembramos aqui a sua última vinda a Óbidos, que teve lugar a 26 de setembro de 2016, para proferir uma aula sobre Vergílio Ferreira. Antes disso, tinha estado na primeira edição, em 2015, numa mesa que discutia a construção da Europa através da literatura e que juntou à mesma mesa o prémio Camões, Hélia Correia.

Veja, aqui o vídeo da apresentação do Folio, em 2015, no Martinho de Arcada:

Partilhar