A Silver Coast Volunteers irá dinamizar atividade “Sharing Happy Endings”, de 21 a 31 de dezembro, que consiste na oferta de cerca de 300 livros estrangeiros, doados a esta Associação no âmbito do seu projeto ligado ao book crossing e que tem angariado milhares de livros nos seus poucos anos de existência.

Foi com o propósito de contribuir para o espírito natalício que se vive entre muralhas que a Silver Coast Volunteers pensou levar a cabo a iniciativa Sharing Happy Endings (Partilhar Finais Felizes). Consiste num projeto que pretende dar um “final feliz” a cerca de 300 livros que, neste momento, não têm dono e estão sem uso, oferecendo-os como presentes de Natal às pessoas que visitam Óbidos.

De acordo com Diane Noronha, Presidente da Associação, “estes livros fazem parte do nosso projeto Book Exchange (ou seja, trata-se de livros doados), mas para os quais já não temos espaço nas nossas instalações, resultado das inúmeras doações que recebemos. Esta seleção de 300 livros – escritos em inglês – inclui uma diversidade de géneros literários: do romance ao policial, do livro histórico à autobiografia, de livros técnicos aos contos infantis.” 

Estes livros, embrulhados pelos voluntários da associação, serão distribuídos pelos muitos recantos da vila, em sítios de passagem e onde sejam visíveis, de forma a que qualquer pessoa que os encontre, os possa levar consigo. Esta prenda representa não só o símbolo de Óbidos enquanto vila literária, mas funciona também como uma lembrança de agradecimento a todos aqueles que visitem a vila durante esta quadra.

Mais afirma a Presidente da Associação de que “Neste ano atípico que todos vivemos, a Associação Silver Coast Volunteers (SCV) quer continuar a escrever histórias com finais felizes. Todos sabemos que a quadra natalícia é, desde há muitos anos, uma altura em que as ruas de Óbidos se enchem de vida e de visitantes. Este ano, devido à pandemia, as ruas sentem-se mais vazias. Contudo, o brilho próprio e único da nossa vila não deixou de existir, pelo contrário.

Há uma frase que está inscrita na nossa sede, junto à Porta da Vila, que resume o bem propósito desta iniciativa: ‘um livro não foi escrito para ser guardado numa estante, mas sim para ser partilhado, estimado e apreciado‘, uma afirmação que faz ainda mais sentido na época, que é de amor e partilha, bem como num ano em que se exige ainda mais solidariedade entre todos.”

Recorde-se que a Silver Coast Volunteers foi fundada no final de 2016. A ideia é integrar os residentes estrangeiros, enquanto ajudam a comunidade local, através do trabalho voluntário. Os voluntários ajudam, neste momento, diversas organizações locais sem fins lucrativos a atingir as suas metas, fornecendo mão de obra voluntária, ou doações.

Partilhar