FOLIO e CTT lançam primeiro postal para festival literário

0

O FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos é o primeiro evento literário a ter um postal oficial comemorativo. O lançamento deste postal inteiro de coleção vai decorrer na Sala Nobre da Câmara Municipal de Óbidos já na próxima segunda-feira, 11 de julho. Os postais adquiridos no dia do lançamento serão ainda marcados com um carimbo exclusivo para valorizar as coleções dos filatelistas.

O Festival Literário Internacional de Óbidos, que este ano volta com a segunda edição entre 22 de setembro e 2 de outubro, passará a ter o seu postal oficial. É o primeiro evento literário a lançar um postal inteiro da República, de coleção, a par de um carimbo exclusivo alusivo ao lançamento, numa parceria com os CTT – Correios de Portugal. A apresentação decorrerá já na próxima segunda-feira, 11 de julho, às 14h30.

“Esta é uma forma de elogiar o FOLIO, que enaltece o valor da comunicação e da partilha, onde se podem escrever e trocar poemas, histórias ou meras palavras soltas”, destaca Celeste Afonso, vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Óbidos. “Muito nos honra também associarmo-nos aos CTT no ano em que começa a celebrar os seus 500 anos que se festejam, oficialmente, em 2020”, reforça.

Os postais do FOLIO que forem comprados ou oferecidos aos colecionadores e aficionados da filatelia no dia do lançamento serão marcados com um carimbo comemorativo utilizado somente nesta data, onde se destaca a recente classificação de Óbidos como Vila Literária da UNESCO. O postal estará disponível em sete mil exemplares nas lojas dos CTT e custa 47 cêntimos.

Na cerimónia oficial de lançamento deste postal inteiro da República, que celebra, pela primeira vez, um festival literário, estão já confirmadas as presenças de Humberto Marques, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Celeste Afonso, vereadora da Cultura da autarquia, e de Raúl Moreira, Diretor de Filatelia dos CTT, parceiro desta iniciativa.

Na festa literária, organizada pela autarquia de Óbidos, estarão, entre vários outros, autores de renome como Salman Rushdie e V. S. Naipaul. A segunda edição, subordinada ao tema da ‘Utopia’ (1516) de Thomas More, celebra ainda outras efemérides como o centenário do nascimento de Vergílio Ferreira, os 500 anos da morte do pintor Hieronymus Bosch, autor de ‘As Tentações de Santo Antão’ (da coleção do Museu Nacional de Arte Antiga) e os 400 da morte dos clássicos William Shakespeare e Miguel de Cervantes.

Partilhar